Licantropos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Licantropos

Mensagem por Raziel em Sex Jun 26, 2015 9:23 am


Licantropos
Sed lex dura lex
Alguns seres, considerados relativamente recentes, são resultado de doenças demoníacas previamente desconhecidas que se disseminaram na raça humana. Uma dessas doenças é a licantropia, que apareceu em algum momento do século XIII.

A licantropia faz de um humano um lobisomem, um semi-humano cuja infecção demoníaca após a mordida por um outro licantropo o transforma em um lobo gigante e perigoso sob a luz da lua cheia. Pior, lobisomens em forma lupina não são meramente lobos, possuem força e velocidade anormais e, suas garras e presas são capazes de cortar uma cerca de correntes ou morder um cadeado. Sem ajuda e treinamento, um licantropo vive o que aparenta ser uma vida muito perigosa. Na pior forma de doença, um homem vive o que aparenta uma vida mundana normal e se torna uma fera viril descontrolada e assassina durante cerca e três noites por mês, não aguentando qualquer lembrança dos próprios ato pérfidos.



Transformação


Há 70% de chances de um humano contrair a licantropia quando é mordido por um lobisomem. A responsabilidade de um novo licantropo é aprender a controlar a sua mudança. Lobisomens podem viver vidas pacíficas e calmas entre mundanos, muito mais que qualquer outra raça do Submundo, desde que tenham treinamento e controle. Pela regulamentação da Praetor Lupos, qualquer licantropo que não consegue controlar conscientemente sua transformação é considerado rebelde, independentemente de seu comportamento no resto do tempo. Segundo relatos, a primeira transformação é a pior, pois se trata de uma experiencia nova, mas é importante ressaltar que toda transformação de licantropos é traumática. O alongamento e nova forma dos músculos e ossos são muitos dolorosos, principalmente no alinhamento da espinha. Dentes humanos são lugares a presas que rasgam a gengiva agressivamente. Isto e as mudanças na química cerebral fazem com que a maioria dos lobisomens fujam durante a primeira transformação e perca qualquer memória do que fizeram enquanto lobos. Esta é a forma mais perigosa dos licantropos - quando ainda não têm controle sobre a transformação e não conseguem manter sua consciência humana quando transformados.



Cultura


Sobre bandos de lobisomens, apesar destes ajudarem ao jovem licantropo compreender mais sobre seu novo estilo de vida, há uma violência inerente ao núcleo da organização tradicional: o líder pode ser desafiado a um duelo mortal por qualquer membro, a qualquer momento, pela liderança do bando.

Tradicionalmente, vampiros e lobisomens se odeiam intensamente. Porém, há lugares do mundo onde ambos coexistem bem e chegam até a ser aliados.

Lobisomens são mortais, envelhecem e morrem como qualquer humano. Também são capazes de gerar filhos para os quais não transmitem a licantropia. Podem ter filhos com um Caçador de Sombras, por mais raro que seja e, como o sangue Nephilim sempre prevalece, a criança será um Caçador de Sombras.




Poderes e Fraquezas



Um licantropo experiente consegue aprender técnicas mais avançadas de alteração de forma; por exemplo, mudar apenas uma das suas mãos para para de lobo a fim de cortar algo com as garras. Além da força sobrenatural, da graciosidade e dos reflexos, os lobisomens têm as mesma habilidade de cura acelerada que a maioria dos outros membros do submundo. Não são capazes de regenerar partes que foram separadas do seu corpo, mas conseguem se recuperar da maioria dos ferimentos mundanos.

As únicas formas permanentes de ferir ou mata-los são o fogo angelical da lâmina serafim ou, mais notoriamente, prata pura. A prata é associada a lua, e ferimentos com prata não causam apenas danos irreversíveis como muita dor.




Raziel
avatar
Administrador
Idade :
2002

Mensagens :
133

Localização :
céu

Data de inscrição :
21/09/2014

http://theriseofshadows.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum